• Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon

© 2019 - Made with ♥ by Hero Corp.

DICA DE LUXO

Novo Colunista - Pablo Costa

22/06/2017

 

Eu sou Pablo Costa, um vivente, homem, ser humano e não quero passar por você simplesmente à-toa, Como se fosse um meteorito perdido.

Não quero ser uma floresta de mistérios, ou de enganos, Incompreendida e intocada.
Não desejo ser a turbulência de um instante vazio, de uma noite de vinhos, ou de uma solidão esparsa. 

Não pretendo ser uma tempestade de ventos ruidosos, mas a aragem de uma calmaria.

Não quero tampouco, ser uma armadilha de laços, ou de passos incertos quero ser sua lua para clarear um caminho, um talismã para lhe dar sorte, sua chama acesa, sua espada de luta.


Quero ser seu ninho quente, seu porto seguro, sua flauta-doce para tocar cantigas de amor.

Quero fazer parte de sua vida, do seu sonho. E estar no seu presente, em todas as circunstâncias.

Não uma sombra perseguinte, mas a parceira de todas as horas.

 

Quero ser clareira, o farol de felicidade, A candeia ou só uma companhia.

 

Se houver agonia, quero ser sua prece em versos braços, sua saudade constante, sua esperança. E, como há tempo, a gente sonhará muito.

 

Certa vez uma poetiza me deu esse poema, Margarida Reimão, e desde então, é o que eu quero ser, quem eu sou? Depende de para quem perguntar... você terá que me ler para me aprender... Sou um amador! Em tudo... Faço várias coisas da vida, e pela vida faço outras tantas... O pêlo que, vocês terão que ler para entender... No mais, bem vindos a minha vida, eu estou aqui, e continuarei.

Advogado por formação, professor por vocação, escritor por birra, ator por necessidade e instagrammer por acaso, mas a quem importa? Eu ainda não me formei na vida... E nesse caminho eu sou só mais um.

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload