• Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon

© 2019 - Made with ♥ by Hero Corp.

DICA DE LUXO

Ivan Aguilar realiza desfile-show

22/05/2019

 

São 30 anos de estrada. O fashion designer Ivan Aguilar celebra essas três décadas de percurso com a mesma serenidade com que transita na moda masculina e, mais recentemente a feminina, mas com o espírito de garoto inquieto (igualmente constante) no desejo de arrasar: um fashion show, dia 30 de maio, às 20h30, no Centro de Convenções de Vitoria, no qual apresenta a fornada comemorativa de 40 looks da label que leva seu nome. É a primeira vez que o estilista lança uma coleção inédita no estado e cidade onde fincou raízes. Para tanto, ele convocou o amigo de longa data Claudio Santana para produzir o desfile da coleção "Urban Folk". O stylist, que já dirigiu runaway shows de brandsimportantes como Alexandre Herchcovitch, Osklen, Amir Slama e Samuel Cirnanscki, aterrissa direto em Vitória após abocanhar a direção de passarela do DFB Festival, maior evento de moda autoral da América Latina, realizado em Fortaleza de 15 a 18 de maio.

Parte da renda será revertida para a OSGADE, obra social Gabriel Delanne, organização não governamental sem fins lucrativos que cuida da educação, nutrição, cultura, esporte e lazer de crianças e adolescentes carentes em risco social, na comunidade de Novo Horizonte, em Cariacica, ES. Ultimamente, Ivan anda focando no engajamento social. No Natal, ele arrecadou quase uma tonelada de material escolar para outra instituição na região da Serra Capixaba. "Essa postura é coerente com o caráter social da minha trajetória, uma marca registrada da grife. Atuo em diversas frentes de amparo social desde muito tempo", afirma Ivan.

E a coleção? Urban folk por quê? É étnica? "Nada disso", se apressa em deixar claro Ivan. Ele usa esse nome em virtude de um movimento que ele chama de slow life, de se voltar para o campo para meditar, para se entregar à reflexão, ao respiro. "Até a renovação criativa vem daí", comenta, em sintonia com a obra mais conhecida do filósofo e professor da universidade La Sapienza, em Roma, Domenico De Masi: "O ócio criativo" (Editora Sextante, 2000). "Existe um movimento global de retorno ao campo, ou pelo menos em direção daquilo que remete a ele, um neo arcadismo social decorrente do cansaço da vida frenética, da escravidão das mídias sociais, do excesso do whatsapp e seu esgotamento mental. Quando isso acontece, o homem se volta para a natureza", aponta Ivan. Segundo ele, é daí que ressurge essa atmosfera rural inglesa como ambiência de desejo.

Clássicos cinematográficos como "Retorno a Howard's End" (1992) e "Vestígios do dia" (1993), de James Ivory, são inspiração, assim como "O terceiro tiro" (1955), de Alfred Hitchcock. É nesse clima campestre sofisticado que se situa o inspiracional da coleção: o barulhinho das folhas secas sendo arrastadas pela brisa, os raios suaves do sol iluminando os tons terrosos, a luz da manhã que aquece a manhã na varanda da cabana ou entra pelas janelas da casa de veraneio, naquele contraluz que evoca a sensação de aconchego que só o campo permite, ao trazer memórias ternas de infância, com um livro no colo, entre uma xícara de café com umas gotas de brandy e uma caneca de chocolate quente.

Os blasers, calças, ternos e costumes clássicos se completam com a linha casual: jaquetas, bombers,shorts, pijamas e overcoats, que comparecem com o DNA do designer – perfeição no corte, destaque para o acabamento e a escolha dos tecidos, um must. Atenção para os forros em composê. Já as camisas vêm em seda com cores adamascadas.

Na cartela de cores, os terrosos da vez, numa mistura sinestésica: ocre, toffee, café au lait,nougat, conhaque, uísque, amêndoa, macadâmia, marzipã e cáqui são aquecidos por vermelhos queimados – laranja-raposa, brandy e licor –, ao lado dos neutros: cinza, estanho, preto, marinho. Como sempre, os prints são highlights na passarela: xadrezes – príncipe de gales, madras, tartans e até um tipo de padrão meio Burberry –saem na frente no protagonismo dessa coleção, assim como estampas geométricas e de monograma remetem ao revival dos anos 2000.
 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload