• Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon

© 2019 - Made with ♥ by Hero Corp.

DICA DE LUXO

Editorial de moda “I love 80´s!” (“Eu amo os anos 80!”)

08/10/2019

 

 

Estreamos hoje uma novidade no site, editoriais de moda com muita técnica, arte, estética e informação baseados em inspirações vindas de diversas fontes como cinema, teatro, TV, artes em geral, música, períodos históricos, etc.

 

Nosso primeiro editorial de moda chama-se “I love 80´s!” (“Eu amo os anos 80!”) porque eu vivi minha infância nesta época e tenho muito carinho por este período. A moda dos anos 80, a New Wave (Nova onda), inspirou-se na onda da geração saúde e da febre da ginástica aeróbica com o uso de roupas de ginástica (lycra, sapatilha, polaina) no cotidiano combinadas a roupas excêntricas e exageradas, com cores cítricas, estampas de animais e sobretudo muito alegres e de bolinhas sendo que na Grã-Bretanha, na América, na Europa e na Austrália enfatizaram fortemente roupas dispendiosas e acessórios de moda. Roupas tendiam a ser muito brilhantes e vivas em aparência, as mulheres expressaram uma imagem de riqueza e sucesso através de jóias de fantasia brilhantes como grandes brincos de ouro falso, colares de pérolas e roupas cobertas com lantejoulas e diamantes e o punk fashion começou como uma reação contra o movimento hippie das últimas décadas e os valores materialistas da década atual.

 

Os anos 80 foram uma década de exagero, excesso, charme, sofisticação, glamour e brilho com a volta pela juventude de roupas sob medida e vestidos de baile e a ostentação foram marcas registradas, seriados de televisão mostravam mulheres glamourosas cobertas com jóias e muito luxo e a moda respondeu a estes desejos criando um estilo nada simples, todas roupas de marcas conhecidas tinham seus logos estampados em tamanhos enormes, o jeans alcançou seu ápice ganhando status, os shoppings tornaram-se paraíso dos consumistas e em um universo tecnológico a moda inspirou-se no Japão emergente com suas novidades e eletrônica como computadores, automáticos, neon, etc.

 

Com o avanço tecnológico a moda oitentista baseou-se em tudo que era novo, moderno e eletrônico e o Japão foi um dos grandes países inspiradores da época sendo que o surgimento do stretch dava um ar futurista às roupas mas mesmo assim várias pessoas aderiram aos brechós procurando a moda do armário da "vovó", já os cabelos adquiriam cortes assimétricos com franjas repicadas e muitos usavam gel e mantinham um topete tão alto quanto conseguiam e a tintura com cores exóticas e marcantes se tornou mais frequente entre os jovens, mas mesmo com constante inovação vários estilistas preferiram manter o tom sóbrio de suas roupas não aderindo à moda futurista como o famoso estilista Giorgio Armani com seus cortes sóbrios que garantiu a elegância de homens e mulheres que se adaptavam ao estilo clássico.

 

Para a época ser bem vestido era apenas detalhe se não houvesse um belo corpo, e a febre da malhação e ginástica veio acompanhada das inúmeras academias que se estenderam pelos centros urbanos e entre os jovens era comum irem a academias para aulas de dança vestidos com collants e polainas, o objetivo do homem era ter um corpo bonito e saudável aliado à moda e ao sucesso. A moda das academias fez com que o tênis, o moletom e a lycra não fossem mais peças exclusivamente esportivas sendo popularizadas para ocasiões cotidianas ganhando tons modernos e urbanos e o tênis ganhou vários "looks" alternativos em variadas formas e cores, sendo assim o calçado que se tornou febre da moda era o All Star pelo seu estilo simples e confortável mas com diversas cores e estampas considerado um tênis inovador e foi (e ainda é) um dos calçados mais famosos e usados pelos jovens.

 

A música além do cinema foi um dos mais importantes meios de difusão da moda e não houve apenas um estilo, todas tribos criaram diversas tendências e estilos, pops, darks/góticos, headbangers e rastafáris e o pop que fez sucesso na época era o melancólico e videoclipes associaram imagem/moda com a música, e Madonna que fazia um pop alegre e vibrante influenciou a sociedade com seu estilo livre e despudorado com cores vibrantes e cortes exóticos e no mesmo estilo as cantoras Cindy Lauper e a brasileira Xuxa, já Michael Jackson influenciou com suas famosas jaquetas de várias formas e materiais como couro e lantejolas, roupas militares, mocassins, acessórios metálicos (cintos, armaduras) e óculos aviador.

 

Acompanhando as roupas, tudo era muito colorido e extravagante e na maquiagem as mulheres usaram muito colorido, sombras fortes e batom com cores vivas na linha exótica e chamativa e os acessórios colares, pulseiras e brincos seguiram um estilo futurista com muito uso do acrílico e do plástico com diferentes formas e cores, geralmente cintilantes e tinham baixo custo e por isto muitos usados.

 

O editorial de moda “I love 80´s!” (“Eu amo os anos 80!”) foi realizado com fotografia e edição de imagem por Vagner Rezende, Instagram @vagnerrezende, renomado fotógrafo de moda com trabalhos publicados na revista Vogue Itália e na imprensa, já a direção de arte, styling/figurino, produção de moda, maquiagem, penteados e modelo foram por mim, Carolina Cardoso Mesquita, Instagram @carolinafashiondesigner, designer, stylist, editora, produtora e influencer de moda, figurinista e diretora de arte do site Dica de Luxo, e foram usadas roupas, acessórios, maquiagem e cabelo com diferentes formas, cores vivas, exagero, excesso, charme, glamour, brilho e estilo moderno.

 

 

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload