DICA DE LUXO

Um refúgio aconchegante e natural na Casa Cor ES

20/10/2018

 

Pela terceira vez participando da Casa Cor ES, a dupla de arquitetos Kassio Fontoura e Marcela Grasselli desenvolveu um espaço social de lazer e descanso voltado para um casal que gosta de reunir amigos e familiares em casa e buscam um refúgio natural em meio ao ambiente urbano. O resultado é aconchegante, clean e fresh. Dentro do conceito de “A Casa Viva”, tema da Casa Cor em 2018, o ambiente Living, de 90 metros quadrados, conjuga o estar com a área externa da varanda composta por lounge, jardim e área gourmet.  O espaço poderá ser conhecido a partir do dia 10 de outubro, no Clube Álvares Cabral.

 

Para a temática proposta para o projeto, diversos elementos foram adotados como projeto de iluminação bem pensado, a inserção do elemento verde no espaço através do jardim tropical externo, jardim vertical e outros elementos paisagísticos dispostos por todo o Living que traz mais conforto e aproxima os usuários da natureza, mesmo vivendo na cidade.

 

A grande sala de estar representa um amplo espaço de convivência interna. Ela conta com um layout marcado por móveis de design nacional assinado com destaque para o sofá de 5,70 metros de Jayme Bernardo, a voluptuosa poltrona Shell do Estúdio Bola, a poltrona de veludo mostarda de Zanine de Zanine e ainda outros itens de mobiliário de Guilherme Wentz. Outros elementos centrais da sala que mesclam materiais naturais são as mesas em toras de madeira bruta produzida por Rusimar Brumol, além dos cubos de concreto e blocos em quartzito exótico Botanic Green, que funcionam como peças de apoio. Um dos lançamentos que poderá ser visto no espaço é o piso em porcelanato fosco Pietra Lombarda Off White, da Portobello Shop, que reproduz a aparência de pedra e é aplicado no grande formato de 1,20 x 1,20 cm.

 

Todo o mobiliário, adorno, tapetes e tecidos utilizados no ambiente são da loja Acervo Contemporâneo, localizada em Cachoeiro de Itapemirim.

 

Outro ponto-chave da sala é a grande estante feita em lâmina de madeira natural Cabreúva, com espaço para exposição de adornos e obras de arte. Para dar destaque aos itens, eles optaram por utilizar no fundo o tensoflex, que é uma lycra tensionada retroiluminada, usada pela primeira vez na Casa Cor do Espírito Santo. A estante também abriga um espaço para a adega climatizada na parte de baixo conjugada com cristaleira espelhada na parte superior.

O projeto de iluminação também traz outras novidades e foi pensado com muita funcionalidade. Feito pela Homelux, a luminária do tipo gap embutida no gesso chama atenção na sala pelos 30 metros lineares. Outras luminárias de mesa e abajures de design foram espalhadas para tornar o ambiente mais aconchegante e ainda pontuar espaços.

 

Buscando uma linha contemporânea e dentro da temática da mostra deste ano, a escolha das obras de arte e objetos evidencia os artistas que usam técnicas naturais de tingimento e oxidação, trabalho de escultura em concreto e modelagem em madeira. A curadoria das obras de arte é da galeria Matias Brotas, que vai levar 12 bandeirolas de José Bechara, escultura de Ana Holck, telas abstratas de Raphael Bianco, obras de Mai-Britt Wolthres, instalações de Adrianna EU e ainda escultura de concreto de Antonio Bokel.

 

Para a área externa da varanda, Kassio e Marcela projetaram uma espécie de caixa com estrutura metálica revestida por ripas de madeira e segmentada em três vãos que abrigam lounge, jardim central e área gourmet. O deck externo coberto tem um clima leve e relaxante, onde a ordem é desacelerar e interagir.

 

O lounge foi pensado para ser um espaço de descanso e leitura, com a presença de duas chaise Mexerica, lançamento do Estúdio Bola. Já o jardim se destaca pela jabuticabeira plantada no meio, levando vegetação natural. O paisagismo é assinado por Sinthia Ferrari e Sempre Verde.

 

Voltado para reuniões e refeições, a área gourmet conta com bancada de quartzo natural escovado Madeirus, da Magban e ainda jardim vertical composto por diversos plantas do tipo chifres de veado, que são samambaias cedidas por um colecionador. Destaque para a mesa de jantar feita a partir de uma tora natural de madeira com os pés em acrílico transparente, para criar a sensação de que estaria flutuando sobre o grande deck. A peça foi desenvolvida pelos arquitetos em conjunto com o designer Rusimar Brumol. Para dar um pouco de privacidade e controlar a entrada natural de luz, foram instalados paineis verticais de madeira carbonizada, feitas especialmente para o ambiente.

 

LIVING CASA COR – espaço integrado de sala e parte externa, dividida em área gourmet, jardim tropical e lounge somando 90 metros quadrados, assinado pelos arquitetos Kassio Fontoura e Marcela Grasselli. Casa Cor será aberta ao público em 10 de outubro e funcionará até o dia 28 de novembro, na Área Social do Clube Álvares Cabral.

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon

© 2019 - Made with ♥ by Hero Corp.